Em 2020, o estresse será a principal causa de falta ao trabalho

O estresse é o terceiro motivo que mais provoca afastamento do trabalho por mais de 15 dias atualmente. Segundo a Previdência Social, no ranking de doenças que mais afastam os trabalhadores das atividades, o problema só perde para traumas provocados por acidentes e pelas Dorts, doenças por esforço repetitivo.

De acordo com a Previdência, a estimativa é que até 2020 o estresse passe a ser o primeiro motivo para as faltas e afastamentos. Segundo a especialista em segurança no trabalho Márcia Ramazzini, a tendência não tem nenhuma relação com o momento econômico e os países de primeiro mundo gastam bilhões para tentar resolver o problema.

Como você encara o estresse no trabalho?

O estresse pode ser encarado como o mal do século, e muitas pessoas já perceberam que, na maioria das vezes, este problema está diretamente relacionado com o trabalho. Para alterar este quadro e reverter sintomas que detonam a qualidade de vida, é preciso colocar em prática teorias e dicas simples, porém, extremamente eficazes.

É notório que todo trabalho tem pressão e que, qualquer pressão, por algum tempo, gera estresse. Contudo, o estresse pode variar de nível e causar sintomas diferentes nas pessoas. Insônia, agitação, irritação, impaciência e outros distúrbios estão diretamente ligados ao estresse.

O primeiro passo de mudança é o olhar sobre o trabalho. Visto muitas vezes como uma terrível batalha, o trabalho deve ser encarado como um desafio interessante. Afinal de contas, são oito horas diárias dedicadas a uma atividade, ou seja, um terço da vida fica no trabalho!

Quando o trabalho se torna uma prática natural e saudável, é consequência ter que redobrar a atenção com outros hábitos que podem ajudar a reduzir o estresse. Cuidar da alimentação é essencial e influencia no humor. Manter uma alimentação rica e saudável ajuda a combater o estresse.

A mudança de hábitos é fundamental para ter um resultado produtivo com o estresse. É importantíssimo cuidar bem do corpo e da mente, seja com práticas esportivas e de meditação, como oração e relaxamentos.

Procure olhar o lado positivo dos fatos e situações.

Estar em contato com o negativo, com o improdutivo e com o pessimismo não leva a lugar nenhum. Prefira ser otimista, sempre.

Seja mais organizado. Jogue fora o que não serve mais para sua vida. Deixe seu ambiente doméstico e de trabalho mais limpo e arrumado.

Por fim, não leve trabalho para casa! O lugar de se trabalhar é na empresa. Quando se está em um momento de lazer e de descanso, não deve haver mistura de atividades, pois isso é muito estressante!

O que causa estresse no trabalho?

  • Alta competitividade.
  • Grande volume de trabalho e pouco tempo para realiza-lo.
  • Ameaça de desemprego.
  • Tarefas repetitivas e pouco gratificantes.
  • Mudanças na estrutura da empresa.
  • Aumento de responsabilidades, com promoção ou não.
  • Cobranças excessivas.
  • Baixos salários.
  • Busca de perfeição nas tarefas.
  • Chefe imediato muito estressado, que cobra e pune indiscriminadamente.
  • Mau relacionamento com colegas de trabalho.
  • Métodos inadequados que não facilitam no trabalho.
  • Transferência de local de trabalho ou de cidade.
  • Fofocas e maledicência.

Incentivar melhores práticas no ambiente de trabalho é um dos maiores desafios de várias empresas do setor industrial e de empresas que lidam com maquinário pesado. Ainda em escritórios e situações em que o perigo não é algo colocado em pauta para os funcionários, é importante que as empresas e os próprios funcionários se mobilizem para garantir um ambiente de trabalho seguro e sem riscos contra a saúde e bem-estar dos colaboradores.

Com a premissa básica de prevenção, a Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (SIPAT)já se tornou um evento obrigatório de acordo com as necessidades das empresas que se encontram em território brasileiro. Para atuar junto ao evento SIPAT, a legislação trabalhista também indica que em todas as empresas brasileiras exista uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), geralmente determinada pelos próprios colaboradores, que votam em seus colegas de trabalho para que eles possam compor essa equipe, que será responsável por organizar os eventos de segurança no trabalho, assim como também será responsável por criar mensagens e peças visuais que possam colaborar com a melhoria no sistema de segurança para todos.

FONTE: http://www.saudeevida.com.br/

Comments are closed